EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS E EM MATEMÁTICA

TANIA TERESINHA BRUNS ZIMER

Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/4977133890075023

Contato: taniatbz@ufpr.br


Possui graduação em Licenciatura em Matemática pela Universidade Federal do Paraná (1994), mestrado em Educação pela Universidade Federal do Paraná (2002) e doutorado em Educação pela Universidade de São Paulo (2008). Atualmente é professora adjunto da Universidade Federal do Paraná, no Setor de Educação, Departamento de Teoria e Prática de Ensino. É coordenadora institucional do projeto ” AÇÕES EM COMUM NA UFPR: UNINDO TALENTOS PARA A INCLUSÃO SOCIAL E DESENVOLVIMENTO DA CULTURA CIENTÍFICA, vinculado ao Programa Novos Talentos – CAPES, também, é coordenadora de gestão educacional do Programa de Incentivo de Bolsas de Iniciação à Docência – PIBID/UFPR, vinculado à CAPES. Coordena o Núcleo de Estudos e Pesquisas de Professores que ensinam Matemática – NEPPREM, o projeto Licenciar “Planejamento e Implementação de Atividades Lúdicas no Centro de Educação Infantil Pipa Encantada do Hospital de Clínicas da UFPR” e o projeto de extensão “Inovações no Ensino da Matemática: Laboratório e Brinquedoteca”. Anteriormente, foi vice-coordenadora do Curso de Pedagogia da UFPR no período de 2008 a 2010 e coordenadora do mesmo curso, no período de 2010 a 2012. Coordenou o subprojeto PIBID – Pedagogia Interdisciplinar Matemática, no período de 2011 a 2013. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Formação de Professores que ensinam Matemática (inicial e continuada), atuando principalmente nos seguintes temas: ensino-aprendizagem da matemática, metodologias de ensino (resolução de problemas, atividades lúdicas e brinquedoteca, modelagem matemática, atividade investigativa, entre outras), aprendizagem da docência, estágio em docência, educação infantil e educação à distância.


 Linhas de pesquisa

1. Formação de Professores que ensinam Ciências e Matemática

2. Ensino e Aprendizagem de Ciências e Matemática

 


Interesses de pesquisa: 

– Processos de formação inicial e continuada de professores que ensinam/ensinarão Matemática: aprendizagem da docência; concepções e crenças.- Processos de ensino e aprendizagem matemática: Resolução de Problemas, Jogos e brincadeiras, Modelagem Matemática.


Projetos de pesquisa

1. Concepções de alunos de Curso de Pedagogia sobre Educação Matemática Financeira nos anos iniciais.
Descrição: O projeto tem por finalidade conhecer as concepções sobre Educação matemática financeira de futuros professores que ensinarão matemática nos anos iniciais do ensino fundamental.
2. Metodologia e estratégias de acompanhamento de aprendizagem no Curso de Formação em Ministério Público
Descrição: Nesse projeto de pesquisa, pautado na Teoria de Mudança Conceitual, mais especificamente, na perspectiva evolutiva do Perfil Conceitual e da abordagem da metacognição, pretende-se, analisar a proposta metodológica e curricular do Curso de Preparação e Acompanhamento desenvolvido pelo Ministério Público do Paraná, por meio do CEFAM, e proposto aos promotores substitutos ou de justiça em estágio probatório. Para tal, tem-se como objetivos específicos: a elaboração das atividades reflexivas e de tomada de consciência para compor a etapa de intervenção pedagógica da proposta do Curso; seleção e criação dos instrumentos de coleta de dados (registros das concepções em diferentes momentos do curso e de variadas formas); desenvolvimento do trabalho de campo com a coleta de dados; organização e análise dos dados de forma gradativa; elaboração de relatório e divulgação dos resultados por meio de publicações. Mediante tais proposições, espera-se desencadear nos vitaliciandos a tomada de consciência de suas concepções em relação à temática ?Ministério Público: responsabilidade política e social?, como também, obter informações que possibilitem um re-pensar do Curso em virtude da aprendizagem do exercício das funções ministeriais para o para o ingresso na carreira do Ministério Público do Estado do Paraná.
3. Formação inicial de professores para o ensino da matemática, concepções e aprendizagem da docência no curso de Pedagogia e no curso de Matemática
Descrição: Trata-se de um projeto, cujo objetivo é analisar as contribuições de uma proposta de ensino a ser desenvolvida na disciplina de Metodologia do Ensino de Matemática, no curso de Pedagogia da UFPR, para a movimentação conceitual de concepções sobre Matemática, ensino e aprendizagem e possíveis implicações para a prática pedagógica futura dos alunos que frequentam a disciplina.
4. LUDICIDADE, BRINQUEDOTECA E ATIVIDADES LÚDICAS: CONCEPÇÕES DE PROFESSORES E FUTUROS PROFESSORES DA EDUCAÇÃO BÁSICA
Descrição: Visa investigar a compreensão que professores da Educação Básica tem sobre o trabalho com a ludicidade no processo de ensino e aprendizagem de conteúdos curriculares. O estudo busca compreender que relação teórico-prática em torno da ludicidade há na instituição, em ao espaço da brinquedoteca. Deste modo, objetiva-se captar: o entendimento da dimensão conceitual sobre atividades lúdicas e brinquedoteca; a valoração dessas atividades e desse espaço; as intencionalidades que permeiam a aplicação das atividades lúdicas no processo de ensino e de aprendizagem; o tempo, o lugar e o espaço destinados a essas atividades; elementos que possibilitem o aprimoramento no atendimento aos anseios da instituição atendida e na aplicação de atividades para os alunos do CEI no espaço da brinquedoteca. Para isso, pauta-se por estudos de natureza qualitativa, com a elaboração e aplicação de entrevistas reflexivas. O instrumento para as entrevistas é elaborado em duas etapas, primeiramente, na aplicação piloto para acadêmicos do curso de Pedagogia, assim, possibilitando aprimoramentos ao instrumento que, posteriormente, é utilizado para a coleta de dados junto a instituição parceira. Com a conclusão da coleta de dados, passa-se a transcrição das entrevistas e validação das mesmas por parte dos entrevistados. A partir destes textos, inicia-se o estudo para a definição das categorias de análise dos dados, segundo as finalidades definidas. Como resultados parciais, pode-se apontar que os profissionais da Educação Infantil estabelecem relações com a ludicidade a partir de suas próprias vivências enquanto crianças. Entre os vários dados captados leva à percepção de que o conceito de ludicidade como processo de ensino e de aprendizagem está pautado principalmente em teorias implícitas do que em referenciais teóricos adotados pela brinquedoteca. Resultados como esses indicam, para o grupo da brinquedoteca, a necessidade do desenvolvimento de ações que envolvam os alunos do CEI e, também, os profissionais da instituição parceira. Isso demanda de outros estudos, como compreender as concepções de professores de outros níveis de ensino a respeito da ludicidade.
5. O reflexo de resultados de avaliações no processo de ensino e aprendizagem de matemática
Descrição: Este projeto tem por finalidade compreender aspectos relacionados a dificuldade de aprendizagem em matemática a partir dos resultados de avaliações institucionais externas, tais como a Prova Brasil e/ou avaliações em sala de aula e, também, apontar possibilidades ao processo de ensino e aprendizagem visando a superação das dificuldades detectadas.