Exatas UFPR

Matemático do Impa é agraciado com título de Doutor Honoris Causa da UFPR

No dia 11 de outubro de 2016 foi outorgado pela UFPR o título de Doutor Honoris Causa ao Prof. César Camacho, matemático do Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada – IMPA.

O professor Cesar Camacho é pesquisador destacado mundialmente, atuando principalmente na teoria matemática das folheações.

Camacho formou-se em matemática no início dos anos 60, na Faculdade de Ciências da Universidade Nacional de Engenharia – UNI de Lima, um dos centros de estudos científicos e técnicos mais importantes
do Peru, e dessa instituição nunca se desligou emocionalmente.

É membro titular da Academia Brasileira das Ciências e foi diretor do Instituto de Matemática Pura e Aplicada – IMPA. O IMPA é uma instituição acadêmica brasileira destacada mundialmente na área da Matemática, destacando-se como liderança na América Latina.

Nos anos 90 incentivou e promoveu a criação do Instituto de Matemática e Ciências Afins – IMCA no Peru (1994), com sede em Lima, uma instituição modelada no IMPA e com parcerias com o próprio IMPA, o ICTF da Itália e outras, sendo atualmente o Presidente do seu Conselho Científico Internacional. O IMCA está ligado principalmente à UNI e oferece cursos de mestrado e doutorado em matemática em diversas áreas; alguns professores deste Setor de Ciências Exatas já o visitaram.

Como diretor Cesar Camacho conseguiu grande expansão na atuação do IMPA, motivando empresas a apoiarem a pesquisa, a educação e a pós-graduação em Matemática e em Matemática Aplicada.

Vale ressaltar que Camacho é o pai do programa das Olimpíadas Brasileiras de Matemáticas das Escolas Públicas – OBMEP, cujo benefício se reflete no país inteiro. Quase 19 milhões alunos das escolas publicas participam da OBMEP a cada ano.

Ele estabeleceu programas para alunos premiados, buscando o aperfeiçoamento de habilidades em todos os níveis, por meio de bolsas de iniciação cientifica e de mestrado em Matemática. Vários dos alunos do Programa de Pós Graduação em Matemática deste setor são fruto direto da OBMEP.

Foi por meio de Cesar Camacho que se consolidaram importantes parcerias entre o IMPA e a UFPR, em especial o programa de pós-graduação em Matemática, através de bolsas de estudos, e projetos para o desenvolvimento da pesquisa em matemática, matemática industrial e matemática aplicada na UFPR.

Para nós do Setor de Ciências Exatas, e em particular do Departamento de Matemática da UFPR, é uma satisfação participarmos da justa e merecida outorga do título de Dr. Honoris Causa ao professor Cesar Camacho.

Mais informações e fotos do evento no link a seguir:
http://www.ufpr.br/portalufpr/blog/noticias/matematico-do-impa-e-agraciado-com-titulo-de-doutor-honoris-causa-da-ufpr/

PET Matemática traz alunos do Ensino Médio para passar um dia no curso

No próximo dia 12 de agosto de 2016, sexta-feira, das 9h às 17h, ocorre no Centro Politécnico o evento “Um dia na Matemática”, organizado pelo Programa de Educação Tutorial de Matemática (PET).

A UFPR TV produziu um vídeo informativo sobre a programação:

O objetivo é trazer estudantes do 3o ano do Ensino Médio para conhecer e vivenciar como é um dia no curso de Matemática.

Tanto o programa quanto a forma de inscrição estão disponíveis no site do evento.

Os estudantes que se inscreverem até o próximo domingo, 7 de agosto, poderão ter acesso ao Restaurante Universitário almoçando ao preço de R$ 6,00 (seis reais).

Brincando de Matemático chega a 12ª edição

O Departamento de Matemática e o Programa de Educação Tutorial de Matemática (PET) promoveram a 12ª edição do Brincando de Matemático, que ocorreu de 19 a 22 de julho no Setor de Ciências Exatas da UFPR. O evento aproxima universidade e alunos do ensino médio por meio de atividades que despertam o interesse e buscam desmistificar a matemática aos estudantes.

Maiores detalhes seguem nos links abaixo, contendo um vídeo e o material divulgado o evento.

Para futuras mais informações, acesse o site do PET Matemática.

Curitiba sedia 20º Encontro Brasileiro de Topologia

Os Encontros Brasileiros de Topologia tiveram início em 1979 e vêm sendo realizados a cada 2 anos desde 1980. Eles têm a característica de oferecer atividades de nível avançado para os pesquisadores e doutorandos e também atividades de nível médio para alunos de mestrado e início de doutorado.

Os objetivos do encontro são:

  • Incentivar e fortalecer o intercâmbio entre topólogos brasileiros e estrangeiros;
  • Apresentar teorias e resultados recentes, principalmente aqueles que abrem novas linhas de pesquisa;
  • Atrair e estimular estudantes de bom nível para a pesquisa.

Nessa edição, que é a vigésima, temos a satisfação de sediar o evento em Curitiba, numa parceria entre o Departamento de Matemática da UFPR e o Departamento Acadêmico de Matemática da UTFPR.

A cerimônia de abertura contou com com a presença dos reitores da UFPR e UTFPR e autoridades de ambas instituições.

Veja a seguir reportagem produzida pela UFPR TV.

Para mais detalhes acesse a página do encontro: www.20ebt.ufpr.br/

Professor Aldo Zarbin Assume presidência da Sociedade Brasileira de Química

No dia 02/06/2016 o professor Aldo Zarbin, do Departamento de Química, assumiu a presidência da Sociedade Brasileira de Química (SBQ) para o biênio 2016-2018. A SBQ é uma das maiores sociedades científicas do Brasil e a maior de Química da América Latina. O professor Aldo já havia sido Diretor da Divisão de Química de Materiais da SBQ de 2008 a 2010. Doutor em Química pela Universidade Estadual de Campinas (1997), o professor realizou Pós Doutorado no Laboratório Nacional de Luz Síncrotron (1997-1998).

No Departamento de Química da Universidade Federal do Paraná é líder do Grupo de Química de Materiais (GQM), desenvolvendo pesquisas relacionadas à síntese, caracterização, estudo de propriedades e aplicações de materiais em escala nanométrica, como nanotubos e outras formas de carbono, nanocompósitos, nanopartículas metálicas, vidros porosos, polímeros condutores e óxidos de metais de transição.

Registramos aqui nossos parabéns ao Prof. Aldo pelo reconhecimento de sua competência científica, certos de seu sucesso frente à SBQ.

Projetos de pesquisa das exatas são contemplados no Edital INCTs (Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia)

O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) divulgaram o dia 11/05 a relação dos projetos de pesquisa que receberam recomendação para financiamento no Edital INCTs (Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia).

Do total de 345 propostas submetidas, 252 foram selecionadas na fase inicial. Todas as 345 propostas foram avaliadas por, no mínimo, três consultores ad hoc internacionais e posteriormente pelo Comitê Julgador, que esteve reunido na sede do CNPq no período de 25 a 28 de abril de 2016.

A lista dos contemplados, e seus respectivos proponentes, encontra-se no site do CNPq.

Esse foi o maior edital da história do CNPq, com R$ 641,8 milhões destinados a pesquisadores de reconhecida competência e capacidade para liderar projetos complexos.

Parabenizamos aos Professores: Ivo Hummelgen, Lucimara Roman e Alice Grimm, do Departamento de Fisica; Aldo Zarbin, Elisa Orth, Luiz Humberto Marcolino Jr e Marcio Bergamini, do Departamento de Química; Aldri Santos e Michele Nogueira do Departamento de Informática; Yuan Jin Yun do Departamento de Matemática que tiveram projetos contemplados nesse edital.

Professora do Departamento de Química recebe prêmio internacional em Paris

ElisaNuma cerimônia realizada em Paris no dia 24/03, a Professora Elisa Orth, do Grupo de Catálise e Cinética (GCC) do Departamento de Química da UFPR, recebeu o prêmio da L’Oreal Foundation. Na cerimônia, a professora representou as vencedoras do Brasil no Internacional Rising Talents.

A comunidade do Setor de Ciências Exatas felicita a professora Elisa por essa importante conquista.

O link a seguir contém mais informações sobre a premiação e uma entrevista
com a professora Elisa.

https://www.ufpr.br/portalufpr/blog/noticias/professora-elisa-orth-do-departamento-de-quimica-recebe-premio-international-rising-talents-neste-dia-24-em-paris/

Experimentos na UFPR tornam mais fácil aprender física e matemática

Melhorar a compreensão sobre a física e a matemática por meio de aulas experimentais é o objetivo do Fibra: Brincando e Aprendendo. O projeto de extensão do Departamento de Física da Universidade Federal do Paraná (UFPR) demonstra na prática que os fenômenos físicos não são tão complicados quanto parecem. Aulas sobre inércia, movimento, ondas e choques aproximam a teoria do cotidiano dos alunos.

Anualmente cerca de 8 mil alunos de escolas públicas e privadas da região metropolitana de Curitiba são recebidos no projeto. Os experimentos são coordenados pelos estudantes do quarto ano do curso de física da UFPR. Os futuros físicos não utilizam fórmulas, mas apenas demonstrações práticas. Nesse ambiente descontraído e lúdico, o raciocínio lógico-científico do aluno é estimulado, mostrando que aprender física pode ser divertido.

A simulação do céu noturno é outra atividade interessante oferecida pelo Centro de Divulgação de Física da UFPR por meio do Projeto Astro. Em um planetário móvel, os alunos do nono ano do ensino fundamental assistem projeções sobre as constelações ao mesmo tempo que recebem orientações do alunos da UFPR. Essas experiências visam a popularização da ciência, incentivando estudantes para carreiras científicas e tecnológicas.

Serviços – Além do incentivo à ciência, a UFPR oferece gratuitamente serviços de assessoria jurídica nas áreas cível, penal, trabalhista e previdenciária. Durante o período letivo, também está disponível no campus universitário um pronto-atendimento odontológico. Serviços emergenciais e de odontologia social e preventiva, como por exemplo periodontia, prótese dentária, cirurgia, odontopediatria e implante dentário, são oferecidos à sociedade.

Já os alunos de graduação e pós-graduação do curso de psicologia realizam um acompanhamento psicológico individual. Crianças, adolescentes, adultos e idosos em situações de risco, perda, ou com dificuldades de aprendizagem, podem solicitar o serviço na secretaria do curso.

Outra iniciativa que busca aproximar a sociedade da comunidade acadêmica é o projeto do Núcleo de Comunicação e Educação Popular. Por meio de programas de rádio e TV e informativos impressos e on-line os estudantes promovem uma discussão sobre o papel e o sentido dos meios de comunicação em relação ao exercício da cidadania.

Acesse a página da UFPR para conhecer os serviços disponíveis

Entenda como participar do Fibra

Retirado do site: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=33071:experimentos-de-universidade-paranaense-tornam-mais-facil-aprender-fisica-e-matematica&catid=212&Itemid=86